Dicas de saúdeSaúde

Síndrome de Asperger – Sintomas, Tratamentos e Causas

As crianças com síndrome de Asperger são capazes de aprender, mas geralmente necessitam de adaptações e acomodações específicas na sala de aula para permitir o sucesso. A síndrome de Asperger é parte de um grupo de doenças denominadas transtornos invasivos do desenvolvimento.

A síndrome de Asperger é parte de um grupo de problemas de desenvolvimento infantil conhecidos como transtornos invasivos do desenvolvimento (TID). Esses distúrbios incluem a síndrome de Asperger, transtorno invasivo do desenvolvimento – sem outra especificação, e autismo.

Os transtornos invasivos do desenvolvimento compartilham um conjunto de características comuns, que incluem:

  • Desenvolvimento deficiente ou anormal de interações sociais.
  • Uma restrição marcante de atividades e interesses.

O que causa esses distúrbios?

Na década de 1940, pensava-se que esses problemas de desenvolvimento eram causados ​​por pais distantes e sem emoção com seus filhos. Nos anos 80, sabia-se que os transtornos invasivos do desenvolvimento são causados ​​por um problema com o funcionamento do cérebro. Até o momento, no entanto, a causa exata dos transtornos invasivos do desenvolvimento permanece desconhecida, apesar da extensa pesquisa. Testes atualmente disponíveis, como exames de sangue ou ressonância magnética (MRI), não revelaram quaisquer anormalidades consistentes no cérebro.

Às vezes, distúrbios invasivos do desenvolvimento ocorrem dentro das famílias. Essa ocorrência sugere que esses distúrbios podem ter um componente genético. No entanto, distúrbios invasivos do desenvolvimento também ocorrem em famílias que não têm histórico de distúrbios do desenvolvimento.

Quais são as principais características da síndrome de Asperger?

Interação social

A interação social recíproca limitada é uma característica principal da síndrome de Asperger. Esses indivíduos muitas vezes lutam com o uso de comportamentos não-verbais, o desenvolvimento de relações entre pares, compartilhando seus interesses e prazeres e reciprocidade emocional e social.

Comportamento repetitivo e estereotipado

Indivíduos com síndrome de Asperger freqüentemente demonstram preocupações abrangentes, padrão restrito de interesses, aderência inflexível a rotinas, maneirismos motores repetitivos (como agitar as mãos, balançar) e preocupação com partes de objetos.

Inteligência

Muitas pessoas com síndrome de Asperger têm habilidades cognitivas acima da média e são extremamente talentosas em certas áreas. As áreas de habilidades excepcionais freqüentemente envolvem funções do hemisfério direito do cérebro, como habilidades com números, matemática, computadores e música.

Como é diagnosticada a síndrome de Asperger?

Não existem testes laboratoriais que possam ser usados ​​para diagnosticar a síndrome de Asperger. Um diagnóstico preciso pode ser feito depois que uma história de desenvolvimento é coletada e uma observação das interações e comportamentos sociais de um indivíduo é feita. O diagnóstico da síndrome de Asperger deve ser feito por indivíduos que são treinados neste tipo de avaliação e que podem avaliar com precisão o padrão de desenvolvimento de um indivíduo e os pontos fortes e fracos relativos.

Quais tipos de tratamento estão disponíveis?

Indivíduos com síndrome de Asperger são geralmente bastante brilhantes e verbais, mas têm dificuldades sociais que podem, por vezes, prejudicar seu desempenho em casa ou no trabalho. Ambientes estruturados e previsíveis geralmente são benéficos para gerar o melhor desempenho. Muitas pessoas com síndrome de Asperger alcançam bons níveis de sucesso acadêmico e pessoal; outros precisam de assistência para obter e manter emprego, condições de vida e relações sociais.

Muitos indivíduos com síndrome de Asperger beneficiam-se de grupo de habilidades sociais e intervenção individual na forma de ABA ou terapia comportamental. Muitos indivíduos exigem acomodações especiais dentro de sua colocação educacional e são considerados elegíveis para serviços de educação especial. O tratamento deve ser adaptado para atender às necessidades do indivíduo; construir sobre seus pontos fortes e fomentar o desenvolvimento nas áreas que têm dificuldade. O progresso deve ser continuamente monitorado e o tratamento ajustado conforme necessário para continuar a facilitar o desenvolvimento e o sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo